Série B: Umberto Louzer fala em "desafio gigantesco" após acesso da Chapecoense

Após voltar um ano após a queda, Chape brigará pelo inédito título nacional

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 13 (AFI) - O jovem técnico Umberto Louzer superou a desconfiança, a pandemia de Covid-19, os problemas internos e, lógico, os adversários. O acesso da Chapecoense foi confirmado na terça-feira após a vitória, por 2 a 1, sobre o Figueirense na Arena Condá, em Chapecó, pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

"Eu confesso que eu vim com uma fome de vencer, aceitando esse desafio e entendendo que ele era gigantesco. Acreditando na oportunidade que também era gigante, acreditando no trabalho da equipe que veio comigo, de todo estafe que aqui eu encontrei", disse o comandante.

Chape está de volta à elite. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Chape está de volta à elite. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
FAMÍLIA!

Umberto Louzer também fez questão de agradecer a chance, comemorar o acesso e valorizar o ambiente da Chapecoense, rebaixada pela primeira vez na história no ano passado e que, agora, garante seu segundo acesso na Série B.

"Aqui é um clube diferente. De fato, é uma família. Eu pude viver isso e o que eu procurei fazer foi resgatar o DNA da Chapecoense. Mostrar para o torcedor uma equipe que competia do início ao fim. Hoje é agradecer a todas as pessoas envolvidas e comemorar esse feito que a gente conquistou", completou Louzer.

Vice-líder da Série B, a Chapecoense segue em busca do inédito título nacional. O clube catarinense soma 66 pontos, um a menos do que o líder América-MG. No domingo, a Chape visitará o ameaçado Vitória às 16 horas no Barradão, em Salvador, pela 35ª rodada.