Série C: Time mineiro tem duas baixas por suspensão e 11 jogadores pendurados

Objetivo é ir para o interior gaúcho já sem o risco de rebaixamento. A briga é contra o Luverdense.

por Agência Futebol Interior

Varginha, MG, 13 (AFI) - O Boa Esporte vai ter duas baixas para enfrentar o Ypiranga, domingo à tarde, na cidade de Erechim (RS) no interior gaúcho pela 17.ª rodada, a penúltima do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C. Além disso, o time tem 11 jogadores pendurados com dois cartões amarelos.

Para o jogo no interior gaúcho, o time mineiro vai ter duas baixas com três cartões amarelos: o goleiro Renan Rocha e o volante Rodrigo Souza.

No total, o time tem 11 jogadores pendurados, correndo o risco de perder algum dele pra o jogo final em casa. A lista tem estes nomes: Renan Ribeiro, Pedrinho, Anderson, Chiquinho Alagoano, Kaio Cristian, Gustavo, Gindre, Ferreira, Fernando, Claudeci e Danilo.

Nedo Xavier
Nedo Xavier

OS SUBSTITUTOS
O técnico Nedo Xavier não quer fazer mistério e já avisou que deve escalar Dalton no gol e Nonoca no meio campo.

“A tendência é esta mesmo. O resto vai ser o time que empatou com o São José-RS (2 a 2) no fim de semana” – explicou Xavier.

Renan Rocha disputou os 16 jogos até agora na Série C. No resto da temporada, Renan só ficou de fora uma vez do time, quando também foi substituído por Dalton.

O único jogador com 16 participações é o atacante Gustavo. Curiosamente, Gustavo está pendurado com dois cartões desde a 10.ª rodada. Ele é o artilheiro do time com três gols.

CLASSIFICAÇÃO
Com 17 pontos, o Boa ocupa a oitava posição. Tem quatro pontos na frente do Luverdense, penúltimo colocado, que vai abrir a rodada contra o Paysandu, no mato Grosso. Se não vencer, o time matogrossense vai ser rebaixado.

O Ypiranga, adversário do Boa, é vice-líder com 25 pontos, dois atrás do Juventude, e praticamente classificado às quartas. Na última rodada, o time gaúcho, por coincidência, venceu o próprio Luverdense, por 1 a 0, mesmo jogando no Mato Grosso.

ESCALAÇÃO

O time deve ser escalado com: Dalton; Breno Santos, Edimar, Bruno Maia e Wenderson; Nonoca, Renan Ribeiro e Pedrinho; Raphael Luz, Dênis e Gustavo.