Paysandu x Remo - Com vaga nas quartas em jogo, Re-Pa vai parar Belém!

Válida pela última rodada da fase de grupos da Série C, partida é decisiva para os dois lados

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 24 (AFI) - Desde que a tabela da Série C foi divulgada, Paysandu e Remo já sabiam que a rodada final do Grupo B guardava um Re-Pa daqueles, mas ambos tinham a esperança de chegar a esse ponto em uma situação mais confortável, o que não foi possível. Os dois se enfrentam a partir das 18 horas deste domingo, no Mangueirão, em clássico potencializado pelo caráter decisivo do encontro, que vale classificação às quartas de final.

O Papão está com uma pequena vantagem na tabela, em segundo lugar, com 27 pontos, apenas um a mais que o Leão, terceiro colocado, com 26. Abaixo deles, Ypiranga, Volta Redonda e São José têm 25 pontos.

Como Voltaço e São José se enfrentam em duelo direto, o Paysandu joga por um empate para avançar sem depender de outros resultados. Caso seja derrotado, pode se classificar se um dos jogos envolvendo os rivais da briga pela classificação terminar empatado, inclusive o do Ypiranga contra o Juventude. Já o Remo, em um cenário de derrota, precisa torcer por uma derrota do time de Erechim.

TRADICIONAL
O clássico Re-Pa está no livro dos recordes como o ‘clássico mais disputado do futebol mundial’. Já foram 747 confrontos, com vantagem do Remo em número de vitórias. São 261 contra 233 do Paysandu e 253 empates, um total de 28 vitórias a mais do Leão.

Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Foto: Jorge Luiz / Paysandu
Em gols marcados há grande equilíbrio. O Remo marcou 949 contra 947 do Paysandu, diferença, portanto, de apenas dois gols. No primeiro turno, o Paysandu venceu por 1 a 0, diante de mais de 27 mil torcedores.

REVELADO
O técnico Hélio dos Anjos resolveu fechar os treinos do Paysandu na semana do clássico, mas teve gente que não podia assistindo às atividades. Uma foto tirada do gramado captou a presença de um suposto espião remista no alto de um edifício próximo do estádio da Curuzu. Pelas redes sociais, o Papão provocou revelando a escalação na íntegra.

Apostagem acabou com a dúvida sobre a presença do atacante Hygor Silva, que estava em tratamento. Ele apareceu como titular no ataque e deve começar jogando, caso a publicação não se trate de uma pegadinha para confundir o rival. A dúvida que prevalece é sobre Bruno Collaço, que será reavaliado e pode dar lugar a Diego Matos.

BAIXAS
No Remo, o técnico Márcio Fernandes terá que lidar com alguns desfalques, como o meia Zotti e o atacante Gustavo Ramos, suspensos. Além disso, o polivalente Djalma está lesionado, enquanto o goleiro Vinícius e o meia Guilherme Garré seguem em tratamento e são dúvidas para o clássico.

O mais provável é que Higor Felippe fique com a vaga de Gustavo Ramos. Já o substituto de Zotti será mais difícil de se definir. Fernandes estuda apostar em uma troca de característica, com a entrada de um atacante velocista, no caso Emerson Carioca ou Danilo Bala. A opção mais conservadora de utilizar Dedeco não está descartada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
18ª rodada
Data
25/08/2019
Horário
18h00
Local
Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Luiz Flavio de Oliveira - SP

Renda
R$ 1.234.320,00
Assistentes
Emerson Augusto de Carvalho - SP e Bruno Salgado Rizo - SP

Público
30.242 pagantes (34.602 total)
Cartões Amarelos
Paysandu-PA: Micael, Hygor Silva, Thiago Primão
Remo-PA: Wesley, Daniel Vançan, Fredson, Yuri

Gols
Paysandu-PA: Vinícus Leite 27' 2T
Remo-PA: Wesley 6' 1T
Paysandu-PA
Mota;
Tony, Perema, Micael e Diego Matos;
Wellington Reis (Thiago Primão), Léo Baiano (Caíque Oliveira) e Tomas Bastos;
Nicolas, Wesley Pacheco (Vinícius Leite) e Hygor.
Técnico: Hélio dos Anjos
Remo-PA
Vinícius;
Ronael (Hélio), Fredson, Marcão e Daniel Vançan;
Yuri, Ramires, Dedeco (Lailson) e Eduardo Ramos;
Wesley (Gabriel Cassimiro) e Neto Baiano.
Técnico: Márcio Fernandes