Remo 0 x 0 Ypiranga - Deivity fecha o gol em jogo que teve árbitro substituído!

Empate deixou o Remo com os mesmos oito pontos de Volta Redonda e Juventude no Grupo B

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 20 (AFI) - O Remo até pressionou, criou chances, mas não conseguiu sair do zero ante o Ypiranga nesta segunda-feira, no Estádio Mangueirão, em Belém, pela 4ª rodada do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo ficou marcado pela substituição do árbitro paulista Lucas Canetto Bellote. Ele passou mal e precisou deixar o jogo ainda no 1º tempo. O paraense Wasley Couto assumiu o jogo.

O empate deixou o Remo com os mesmos oito pontos de Volta Redonda e Juventude. O clube paraense fica em 3º lugar por causa do saldo de gols. O Leão tem dois, contra três dos gaúchos e cinco do Voltaço. Já o Ypiranga aparece na 5ª colocação com cinco pontos, dois a menos do que o G4 do Grupo B.

COBERTURA COMPLETA
O Campeonato Brasileiro da SÉRIE C é organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a competição tem cobertura completa pelo Portal Futebol Interior.

Os jogos podem ser acompanhados online pelo PLACAR AO VIVO, como também pelo aplicativo - App Placar FI- tanto no Google Play como App Store.

CONFIRA TODOS OS DETALHES DOS TIMES E DA RODADA DA SÉRIE C!

Torcida mostrou sua força, mas o Remo só empatou em casa. (Foto: Remo / Divulgação)
Torcida mostrou sua força, mas o Remo só empatou em casa. (Foto: Remo / Divulgação)

Árbitro substituído!
Os primeiros 45 minutos tiveram o Remo no ataque e o Ypiranga na defesa. Mas apesar da maior posse de de bola e do domínio, o Leão pouco assustou. A grande chance aconteceu ainda no primeiro minuto, quando Carlos Alberto chutou da entrada da área e a bola raspou a trave gaúcha.

O 1º tempo, no entanto, ficou marcado pela substituição do árbitro paulista Lucas Canetto Bellote. Ele se sentiu mal logo aos 5 minutos. Na oportunidade, o juizão foi até o banco do Remo e bebeu água. Aos 40 minutos, no entanto, ele passou mal novamente, vomitou e precisou ser atendido pelos médicos de Remo e Ypiranga.

Na sequência Lucas Canetto Bellote precisou ser substituído pelo árbitro paraense Wasley do Couto que atuava como 4º árbitro no jogo. Apesar do mal estar, Bellote estava com a pressão normal.

Lucas Canetto Bellote passou mal e foi substituído no 1º tempo. (Foto: Divulgação)
Lucas Canetto Bellote passou mal e foi substituído no 1º tempo. (Foto: Divulgação)
Na mesma pegada!
O 2º tempo começou na mesma pegada. Ou seja, com o Remo em cima. No primeiro minuto, Douglas Packer tocou na medida para Ramires que, na cara do gol, tirou do goleiro gaúcho. O zagueiro Marcão, porém, salvou em cima da linha. Logo depois, Carlos Alberto mandou um petardo Deivity trabalhar.

O Remo se manteve em cima do acuado Ypiranga. Aos 8 minutos, Douglas Packer chutou firme, Deivity espalmou e a bola ainda acertou o travessão do Ypiranga. O Leão não deu trégua aos gaúchos e, aos 15 minutos, Carlos Alberto acertou a rede, mas pelo lado de fora.

Aos 30 minutos, o melhor jogador em campo voltou a aparecer. Carlos Alberto levantou na área e Rafael Jansen desviou de cabeça, mas Deivity voltou a evitar o tento paraense. Seis minutos mais tarde, o goleirão voltou a dar as caras. Alex Sandro cruzou para Ramires que cabeceou no cantinho, mas Deivity fez novo milagre. O Remo bem que tentou, mas não conseguiu sair do zero.

Próximos jogos
O Remo voltará a campo na próxima segunda-feira, às 20 horas, quando enfrentará o Atlético Acreano novamente no Estádio Mangueirão, em Belém, pela 5ª rodada do Grupo B. O Ypiranga, por sua vez, receberá o Tombense no sábado, às 15h30, no Estádio olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
4ª rodada
Data
20/05/2019
Horário
20h00
Local
Mangueirão - Belém (PA)
Árbitro
Lucas Canetto Bellote (SP)

Renda
R$ 331.880,00
Assistentes
Alberto Poletto Masseira (SP) e Fabio Rogerio Baesteiro (SP)

Público
15.084 pagantes
Cartões Amarelos
Remo-PA: Daniel Vançan
Ypiranga-RS: Henrique, Quirino, Fábio, Fidélis

Remo-PA
Vinicius;
Michel (Danilo Bala), Rafael Jensen, Marcão e Ronaell (Daniel Vançan);
Ramires, Yuri, Douglas Packer (Alex Sandro) e Carlos Alberto;
Gustavo Ramos e Emerson Carioca.
Técnico: Márcio Fernandes
Ypiranga-RS
Deivity;
Renato, Marcão e Wagner;
Wesley (João Victor), Fábio, Reinaldo (Fidélis), Paulinho (Marco Antônio) e Henrique Ávila;
Jackson e Quirino.
Técnico: Fabiano Daitx