Ponte Preta 2 x 0 Náutico - Início arrasador faz Macaca manter sonho vivo!

Camilo marcou dois gols no começo da partida e colocou a Ponte perto do G4 da Série B

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 17 (AFI) - Com dois gols de Camilo logo no início, a Ponte Preta ganhou do Náutico, por 2 a 0, no Estádio Moisés Lucarelli, e se manteve na briga por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida foi válida pela 35ª rodada.

A Ponte vinha de dois empates e agora não perde há três jogos. A vitória colocou o time na sexta colocação, com 51 pontos, quatro a menos que o quarto colocado Juventude. Já o Náutico tem 39 e está na beira da zona de rebaixamento.

RADIO FI AO VIVO

A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio Futebol Interior, com narração de Marcelo Corsato, comentários de Tiago Caetano e reportagem de Wendel Coral. A apresentação foi de Carlos Corsato, que também ficou de olho no Placar ao Vivo.


VEJA OS GOLS DE PONTE PRETA 2 X 0 NÁUTICO- DAZN


MACACA MORTAL
A primeira chance do jogo veio logo aos três minutos e foi criada pelo Náutico. Kieza ficou com a sobra após falta, mas acabou sendo travado por Barreto. A resposta a Ponte foi mortal aos seis. Yuri recebeu de Bruno Rodrigues e cruzou na medida para Camilo completar de cabeça.

Aos nove, Jean Carlos cruzou e Bryan cabeceou pela linha de fundo. E novamente a Macaca foi mortal na resposta, aos 12 minutos. Camilo soltou a bomba em cobrança de falta e ampliou. O terceiro quase veio aos 25. Apodi invadiu a área e bateu cruzado para defesa de Anderson.

Camilo foi o destaque do jogo com dois gols (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)
Camilo foi o destaque do jogo com dois gols (Foto: Álvaro Júnior/Ponte Press)

EQUILIBROU
Insatisfeito com o desempenho do time, o técnico Hélio dos Anjos tirou Renan Foguinho e colocou Ruy. Com uma postura mais ofensiva, o Náutico conseguiu equilibrar as ações. Aos 37, Bryan finalizou colocado e a bola acertou a trave de Ygor Vinhas.

A Ponte perdeu a chance de matar o terceiro no lance seguinte. Bruno Rodrigues saiu na cara de Anderson, mas abusou do preciosismo ao tentar por cobertura. O goleiro alvirrubro levou a melhor. Nos acréscimos, Matheus Peixoto chutou forte e Anderson defendeu.

MUITAS CHANCES PERDIDAS
O Náutico voltou mais ligado do intervalo e Dadá Belmonte fez Ygor Vinhas trabalhar logo no primeiro minuto em chute de fora da área. A Ponte Preta assustou mais uma vez com Camilo aos oito. O camisa 10 recebeu de Vinícius Zanocelo e soltou a bomba para defesa de Anderson.

Na sequência, Matheus Peixoto avançou livre e na saída do goleiro bateu por cima do gol. A Ponte Preta ia acumulando chances perdidas. Apodi cruzou, Anderson saiu mal e Guilherme Pato não conseguiu aproveitar. Aos 24 minutos, Ronaldo Alves subiu livre e cabeceou para fora.

A Macaca perdeu mais uma oportunidade clara aos 38. Bruno Rodrigues deu passe preciso para Pedrinho bater por cima. O Náutico quase diminuiu em chute de Bryan. Ygor Vinhas fez grande defesa. Aos 44, Kieza recebeu dentro da área e bateu no travessão.

PRÓXIMOS JOGOS
A Ponte Preta volta a campo na quinta-feira, contra a Chapecoense, às 17h45, na Arena Condá, em Chapecó. Na quarta, o Náutico recebe o Oeste, às 19h15, nos Aflitos, em Recife. Os jogos são válidos pela 36ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
35ª rodada
Data
17/01/2021
Horário
16h00
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Paulo Cesar Zanovelli (MG)

Assistentes
Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)

Cartões Amarelos
Ponte Preta-SP: Wellington Carvalho, Vinícius Zanocelo, Barreto
Náutico-PE: Djavan, Dadá Belmonte

Gols
Ponte Preta-SP: Camilo 6' 1T, Camilo 12' 1T
Ponte Preta-SP
Ygor Vinhas;
Apodi, Luizão, Wellington Carvalho e Yuri;
Barreto (Neto Moura), Zanocelo (Dawhan), Camilo (Pedrinho) e Luan Dias (Guilherme Pato);
Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Tiago Orobó).
Técnico: Fábio Moreno.
Náutico-PE
Anderson;
Rafael Ribeiro, Ronaldo Alves (Tássio) e Camutanga;
Bryan, Djavan (Matheus Trindade), Jean Carlos (Jorge Henrique) e Renan Foguinho (Ruy);
Dadá Belmonte, Erick (Juninho Carpina) e Kieza.
Técnico: Hélio dos Anjos.