Capítulo final? TRT-RJ indefere pedido da CBF e mantém adiamento de Palmeiras x Flamengo

A CBF ainda pode recorrer, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), mas a decisão não deve mudar.

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 27 (AFI) - O confronto entre Palmeiras x Flamengo ganhou mais um capítulo na manhã deste domingo e, pelo que parece, definitivo. O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro indeferiu o pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e manteve a decisão de adiar a partida, que seria realizada neste domingo, às 16h, no Allianz Parque.

A CBF ainda pode recorrer, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), mas a decisão não deve mudar.

DECISÃO NO SÁBADO

O Tribunal Regional do Trabalho determinou na tarde do sábado o adiamento do jogo entre Palmeiras e Flamengo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. A ordem veio após um pedido do Sindeclubes, sindicato que representa funcionários de clubes no Rio de Janeiro.

Curiosamente, o presidente do Sindeclubes é José Pinheiro dos Santos , funcionário da segurança do Flamengo. Ele alegou risco elevado de contágio para que o duelo fosse adiado. Segundo o mesmo, o time rubro-negro tem apenas 21 profissionais disponíveis para o embate.

SURTO DE COVID!

O Flamengo alega que apenas 12 atletas do elenco estão disponíveis para entrar em campo contra o Palmeiras, dos quais três deles são goleiros. Fora os casos de jogadores contaminados há também três lesionados e fora de condições de atuar: Diego Alves, Gabriel e Pedro Rocha.

O surto de coronavírus no Flamengo ocorreu durante a viagem para o Equador, onde a equipe disputou dois jogos pela Copa Libertadores. Além de jogadores, contraíram a covid-19 o técnico Domènec Torrent, o presidente Rodolfo Landim, entre outros funcionados de diversos setores do clube.

STJD A FAVOR DA CBF

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, Otávio Noronha, indeferiu na noite do sábado (26) o pedido de reconsideração enviado pelo Flamengo para adiamento da partida contra o Palmeiras.

PALMEIRAS FALA ATÉ EM PARALISAÇÃO

O Palmeiras se posicionou novamente sobre a polêmica do adiamento da partida com o Flamengo.

"Caso seja definido que o protocolo determinado para o Campeonato Brasileiro não será cumprido, é preciso paralisar a competição", escreveu o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, nas redes sociais do clube. Desde o primeiro pedido do Flamengo, o time alviverde se posicionou contra o adiamento da partida.