Globo vence nova 'queda de braço' contra a Turner pelo Brasileirão

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) concedeu importante liminar na noite desta quarta-feira

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - A Globo ganhou, na noite desta quarta-feira, mais uma 'queda de braço' contra a Turner pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Afinal, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) concedeu liminar em que impede a Turner de transmitir partidas de times que assinaram vínculo com a Globo em todas as plataformas.

A Globo argumentou que pagou pela exclusividade, e a Turner não poderia se utilizar da Medida Provisória 984, de 18 de junho - que dá aos mandantes os direitos sobre as partidas -, como embasamento para transmitir duelos que não tinha inicialmente.

Palmeiras tem contrato assinado com Globo e Turner - Foto: Palmeiras / Cesar Grecco - Foto: Palmeiras / Cesar Grecco
Palmeiras tem contrato assinado com Globo e Turner - Foto: Palmeiras / Cesar Grecco
Atlético-GO, Atlético-MG, Botafogo, Red Bull Bragantino, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Goiás, Grêmio, São Paulo, Sport e Vasco venderam todas as plataformas para a Globo.

Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Inter, Palmeiras e Santos, por outro lado, cederam TV aberta e pay-per-view para a Globo; e TV fechada, para a Turner. O Athletico-PR é o único que disponibilizou apenas TV aberta para a Globo.

CONFIRA NOTA DO GRUPO GLOBO
O Tribunal de Justiça determinou que a Turner está impedida de exibir partidas de clubes da Série A do Brasileirão cujos direitos exclusivos pertencem à Globo. A decisão referendou o entendimento de que a Medida Provisória 984 não pode alterar situações estabelecidas em contratos celebrados antes de sua edição.

A posição da Globo já havia recebido declarações de apoio de clubes como Corinthians, Vasco, São Paulo, Santos, Atlético-MG, Atlético- GO, Fluminense, Goiás, Sport e Botafogo. Da mesma forma, como já explicitado em notificação anterior, a Globo respeitará os contratos firmados por terceiros e não exibirá jogos na TV por assinatura em que os clubes que assinaram com a Turner sejam visitantes, ainda que os mandantes tenham cedido seus direitos à Globo para a mesma plataforma.

Como parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, a Globo acredita que o futebol só será capaz de vencer seus desafios com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros."