Torcida do Botafogo-SP não entrará no estádio e pede a cabeça de Léo Franco

Frente Unida Botafoguense já havia pedido a cabeça do cartola antes mesmo da troca de técnico

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 21 (AFI) - A mensagem foi passada em alto e bom som, ou melhor, em letras garrafais. Por meio das redes sociais, a Frente Unida Botafoguense afirmou com todas as letras que não entrará no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, para o jogo do Botafogo diante da Inter de Limeira, nesta sexta-feira de carnaval, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Eles exigem a demissão imediata de Léo Franco.

A Frente Unida Botafoguense já havia pedido a cabeça do cartola antes mesmo da troca de técnico - saiu Wagner Lopes, também criticado pelos torcedores, e chegou Claudinei Oliveira que estreará nesta tarde. O protesto é por conta do não atendimento às exigências da queda de Léo Franco, colocado na nota como "profissional".

Nota oficial contra Léo Franco. (Foto: Divulgação)
Nota oficial contra Léo Franco. (Foto: Divulgação)

"Convidamos toda a coletividade botafoguense à se unir a nossa causa. Estaremos do lado de fora do Estádio Santa Cruz, na passarela do álcool", termina a nota.

Além de Léo Franco, a Frente Unida Botafoguense também lançou três hastags: #RenunciaGersinho #ForaLéoFranco e #RenunciaLuisPereira.

Léo
Léo "Fraco" na mira da torcida. (Foto: Divulgação)

Pior clube do Paulistão, o Botafogo, vindo de empate contra o Água Santa (1 a 1), amarga a lanterna do Grupo B com apenas dois pontos.