Bahia enfrenta Goiás para quebrar série negativa no Brasileirão

O time de Roger Machado vem de sete tropreços consecutivos no torneio

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 22 (AFI) - Há sete jogos sem vencer e ainda lutando por uma vaga na Libertadores da América 2020, o Bahia fechou a preparação para o duelo contra o Goiás, no próximo domingo, às 16h, no estádio Serra Dourada, com portões fechados. A principal dúvida é em cima de Artur, que retornou após passagem pela seleção brasileira sub-23. O jogador foi poupado dos treinos ao longo da semana, mas deve iniciar entre os titulares. Caso fique no banco, Arthur Caíke, que fez bom jogo contra o Palmeiras, vai aparecer entre os titulares.

Roger Machado ainda testou algumas variações táticas. Guerra é o favorito para compor o meio de campo com Gregore e Ronaldo, mas o treinador pode apostar em João Pedro mais avançado. Com isso, Nino pode aparecer no lado direito de campo. No ataque, Gilberto segue mesmo após a polêmica envolvendo sua declaração sobre o Flamengo.

"Ney Franco é um amigo, treinador com bastante experiência. Ele consegue formar equipes consistentes, que têm algumas figuras com destaque individual. Isso fez com que o Goiás subisse de posição e engatasse resultados importantes. Todas equipes oscilam. O Goiás oscilou no primeiro momento e engatou uma série de resultados importantes. É um time perigoso", analisou.

Bahia treina para enfrentar Goiás - Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia treina para enfrentar Goiás
SITUAÇÃO
Roger Machado também falou sobre o objetivo do time nesta reta final: "Esses cinco jogos vão nos dar o panorama do que a gente vai aspirar até o final do Brasileiro. Se a gente repetir a mostra do primeiro turno, podemos nos tornar a equipe do Bahia que mais pontos fez e, provavelmente, na melhor colocação no Brasileiro de pontos corridos. E perceber, ao final de tudo isso, aonde vai nos levar, se pré-Libertadores se acontecer G-8, ou consolidar na posição de Sul-Americana", concluiu.

O Bahia soma 44 pontos na tabela de classificação, um a mais do que o Goiás, seu adversário no próximo domingo. Primeiro dentro da zona de Libertadores, o Internacional tem 50.

O provável time do Bahia tem: Douglas; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo e Guerra; Élber, Lucca, Artur (Arthur Caíke) e Gilberto. Técnico: Roger Machado.