Dorival Júnior lamenta saída de jogadores do Athletico-PR: 'Parece o Big Brother'

A baixa mais recente foi o atacante Rony, que acertou com o Palmeiras na última semana

por Agência Estado

Curitiba, PR, 23 (AFI) - Desde que assumiu o comando do Athletico-PR em janeiro deste ano, o técnico Dorival Júnior tem convivido com um desmanche no elenco do clube rubro-negro. A transferência do atacante Rony para o Palmeiras, confirmada nesta semana, aumentou para 14 o número de jogadores que deixaram o time desde dezembro do ano passado, ainda antes da chegada do novo treinador.

A situação foi mais uma vez lamentada por Dorival Júnior, que usou o bom humor para explicar o que está acontecendo. Depois da goleada por 5 a 0 sobre o Cascavel CR, pelo Campeonato Paranaense, o técnico comparou a realidade rubro-negra, às vésperas da estreia na fase de grupos da Copa Libertadores, com o reality show Big Brother.

"É uma pena. Desde que iniciei os trabalhos nós fomos perdendo um (jogador) a cada semana. Eu estava até brincando com o Paulo (André, diretor de futebol) que estava parecendo o Big Brother. Toda semana a gente eliminava um atleta que nós já estávamos adaptando às funções que nós queríamos, mas acontece. Tenho que olhar pra frente e não ficar lamentando e na torcida para eles serem felizes nos clubes", disse o treinador, reconhecendo que a "debandada" influencia na condução dos trabalhos e montagem da equipe.

"Nós tivemos a saída de vários jogadores e isso quebra um pouco porque tudo isso aconteceu no mesmo momento. Não perdemos um elemento e dali a cinco meses mais um. Tivemos a quebra daquela equipe que tinha uma característica própria, um conceito muito bem desenvolvido e gerando resultados. Por isso que falo em paciência porque não encontraremos isso do dia para a noite", comentou.

Entre as saídas de jogadores, as principais foram do volante Bruno Guimarães (vendido ao Lyon), do atacante argentino Marco Ruben (retornou ao Rosario Central) e do zagueiro Léo Pereira (vendido ao Flamengo, além de Rony.

Dorival Júnior reforçou a confiança que o clube vai conseguir trazer novas peças ao elenco. Até agora, foram quatro reforços - o goleiro Jandrei, o atacante Carlos Eduardo e os meias Fernando Canesin e Marquinhos Gabriel.

"Tenho certeza que a diretoria está se mexendo para que tenhamos jogadores chegando, que estejam dentro daquilo que o clube vem fazendo nos últimos anos. O que eu quero é que essa equipe adquira rapidamente e desenvolva uma condição que nos dê segurança. Não tenho dúvidas que vou encontrar um caminho e resultados a média e longo prazo", completou.