Mineiro: Atacante surpreende pela maturidade ao se apresentar no Atlético

Dylan Borrero afirmou acompanhar jogos do Atlético-MG desde a época em que Ronaldinho Gaúcho era o craque do time

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 13 - Apesar de ter completado 18 anos no último dia 5, o colombiano Dylan Felipe Borrero Caicedo demonstrou muita maturidade ao ser apresentado oficialmente, nesta segunda-feira, como jogador do Atlético-MG. O Galo estreia no Campeonato Mineiro 2020 no dia 21 de janeiro, às 21h30, contra o Uberlândia, fora de casa.

CARACTERÍSTICAS
Foto: Divulgação / Atlético-MG
Foto: Divulgação / Atlético-MG

O jogador falou um pouco sobre suas características e ainda brincou sobre a virtude de dar assistências.

"Sou rápido, tenho muita técnica, posso jogar também de extremo, por trás do centroavante, para dar assistências."

"Gosto de dar assistências para fazer o atacante famoso", brincou o atacante, sexto jogador da Colômbia a vestir a camisa do time mineiro.

"Sou muito jovem, mas creio que com a confiança de Dudamel (Rafael, técnico), a idade não é o mais importante. O professor me dará confiança para as partidas. É uma responsabilidade grande, mas eu gosto. Vou trabalhar duro sempre para ter essa capacidade de enfrentar isso. Sem medo e com muita responsabilidade."

VISIBILIDADE


Dylan Borrero afirmou acompanhar jogos do Atlético-MG desde a época em que Ronaldinho Gaúcho era o craque do time entre os anos de 2012 e 2014.

"Feliz por chegar ao Clube Atlético Mineiro, um clube muito grande, com muita história."

"Lembro quando Ronaldinho jogava aqui. Eu sonhava em chegar ao clube. Hoje é um dia feliz. Obrigado a todos que fizeram isso ser possível. Representa muito vestir a camisa do Atlético. É um sonho que vira realidade."

REFERÊNCIAS

Além de Ronaldinho, o colombiano citou Jair, volante do Atlético, como uma de suas referências no futebol.

"Sempre vejo ele jogar. Do meu país, gosto muito do Quintero (River Plate) e do Cuadrado (Juventus)."

ESTILO DE JOGO

Quanto ao estilo de jogo a ser adotado diante da tática utilizada pelo venezuelano Dudamel, Dylan Borrero não considera uma dificuldade.

"Gosto do estilo do Dudamel. Acho que o grupo está encarando da melhor forma. O que queremos é ter muita intensidade em todas as partidas."