Atlético-GO quer superar desgaste físico e emocional diante do Botafogo

O time reverteu na quinta-feira a derrota sofrida no Rio de Janeiro, por 1 a 0, ao fazer 3 a 1 em casa

por Agência Estado

Goiânia, GO, 27 - Embalado pela classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil, com a dramática vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, o Atlético-GO não tem tempo para descansar e já encara o Botafogo, neste domingo, às 18h15, no estádio Olímpico de Goiânia (GO), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A preocupação do técnico Vagner Mancini é com relação ao desgaste dos jogadores, não só no aspecto físico mas também no emocional. O time reverteu na quinta-feira a derrota sofrida no Rio de Janeiro, por 1 a 0, ao fazer 3 a 1 em casa com direito ao gol da classificação aos 47 minutos do segundo tempo.

FELIZES COM VAGA

"Claro que ficamos felizes com a classificação na Copa do Brasil, inclusive, porque a premiação (R$ 2,6 milhões) é importante para o clube. Mas foi um jogo de total entrega, onde todos deram o máximo na parte física, sem contar a adrenalina alta e o lado emocional", explicou Mancini.

Por isso mesmo, ele assumiu uma posição cautelosa em relação à escalação. O time fez apenas um treino regenerativo na sexta-feira e o treinador não indicou a provável escalação, mas pode promover mudanças nas duas laterais, já que Dudu e Nicolas estão entre os jogadores que mais acusaram desgaste físico e podem ser poupados. Se eles deixarem o time, João Victor e Natanael são os substitutos naturais.

SEM DESFALQUE

No mais, o time não tem nenhum desfalque. Salvo alguma indicação de última hora dos médicos ou preparadores físicos. Mas o objetivo é aproveitar o jogo em casa para pontuar. No momento, o time tem 12 pontos. "Pelo menos não vai ter, desta vez, o desgaste pela viagem fora. Procuramos descansar, ao máximo, os jogadores, porque nem adianta fazer nenhum treinamento", concluiu Mancini.

O atacante Zé Roberto, contratado junto à Ponte Preta, ainda não deve fazer sua estreia. Ele chegou para substituir Renato Kayzer, que foi negociado com o Athletico-PR.