Ricardo Drubscky deixa cargo de diretor do América-MG para comandar Tombense

O ex-dirigente afirmou que tinha o sonho de voltar a ser treinador e, por isso, deixou o Coelho

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 04 (AFI) - O América Mineiro confirmou na tarde desta terça-feira a saída de Ricardo Drubscky, que vinha exercendo o cargo de diretor de futebol. Ele, que chegou a dirigir o Coelho como interino durante sua passagem - desde 2016 - , voltará ao cargo de treinador. Ele será apresentado pelo Tombense nesta quarta.

“Foi uma decisão em comum acordo com o América. Essa definição surge para atender um antigo desejo meu de abraçar outro projeto, um projeto de campo. Desde o meio do ano, já estava nos meus planos voltar ao cargo de treinador, foi uma opção minha retornar a essa função. Agradeço ao América por mais uma oportunidade de trabalhar no clube”, disse o ex-dirigente.

Ricardo Drubscky deixou o América-MG para assumir o Tombense - Mourão Panda / América-MG
Ricardo Drubscky deixou o América-MG para assumir o Tombense
Ricardo Drubscky, 58 anos, rodou pelo futebol vrasileiro passando por clubes como Villa Nova-MG, Atlético-MG, Ipatinga, Tupi, Atlético-PR, Joinville, Criciúma, Paraná, Goiás, Vitória, Fluminense, Osasco Audax, Anápolis e América-MG, onde está desde 2016.

Como treinador tem o trabalho mais marcante pelo Tupi, em 2011, quando conquistou o título da Série D do Brasileiro.

 
 
" />