Técnico desbanca favorito e leva time do Interior ao Tri do Amazonense

O Penarol não disputava campeonatos nacionais há oito anos e estava há 10 anos sem conquistar o Campeonato Amazonense

por Agência Futebol Interior

Itacoatiara, AM, 02 (AFI) - A cidade de Itacoatiara, no interior do Amazonas, está em festa. Com pouco mais de 102 mil habitantes, seus torcedores estão orgulhosos do time da cidade, o Penarol Atlético Clube, que conquistou o tri Campeonato Amazonense nesta segunda-feira (01), ao empatar em 1 a 1 no tempo normal diante do então favorito Manaus e levar a taça nos pênaltis, ao vencer por 6 a 5.

É CAMPEÃO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O grande favorito para conquista do Amazonense de 2020 era o Manaus, time badalado da Capital do Amazonas e que vinha com uma sequência de três títulos consecutivos, além de uma campanha com 100% de aproveitamento, sem ter sofrido gols.

Porém, o Gavião do Norte teve pela frente o Penarol, que estava carente de disputar campeonatos nacionais há oito anos e de título, já que sua última conquista foi há 10 anos.

A conquista desse título teve a responsabilidade de Edmilson de Jesus, que assumiu o time em janeiro e teve pouco tempo para implantar sua filosofia de trabalho, mas que garantiu a equipe na disputa do Brasileiro Série D, Copa do Brasil e Copa Verde de 2021.

"No futebol se ganha dentro de campo e sabíamos que iríamos enfrenta um clube da Série C do Brasileiro e que era favorito, mas aqui temos um grupo de atletas de qualidade, que estava com um grande desejo de conquistar o título e souberam neutralizar nosso adversário, sendo eficientes nos pênaltis", disse o treinador.

OPORTUNIDADE

O ano de 2020 para Edmilson de Jesus, como para muitos brasileiros, foi de muitas batalhas em busca de oportunidades e quando recebeu a proposta da diretoria do Penarol, ele viu uma grande oportunidade de poder realizar um grande trabalho em um estado que vem sofrendo muito com pandemia da Covid-19.

"Foi uma grande oportunidade que me foi oferecida e trouxe comigo os meus três pilares, que são organização, disciplina e estratégia com muito trabalho, disposição e sempre focado no que juntamente com diretoria, comissão técnica e jogadores, fazer com que o Penarol voltasse às competições nacionais. Temos que valorizar muito esse título, pois enfrentamos um clube que vinha ganhando tudo durante as últimas três temporadas e vinha de uma invencibilidade na competição, então todos estão de parabéns", completou o técnico Edmilson de Jesus.

FORA DE CAMPO

Além da vasta experiência no mundo do futebol, muito pela rodagem enquanto atleta, Edmilson é graduado em Psicologia. Por conta da graduação, utiliza a PNL master para gerir o grupo - fez cursos especializados em diversas oportunidades pelo Sitrefesp (Sindicato dos Treinadores de Futebol Profissional do Estado de São Paulo), além de curso Internacional de Treinadores.

CARREIRA

Enquanto jogador, Edmilson de Jesus defendeu São Caetano-SP, Atlético Goianiense-GO, São José-SP, Santos-SP, Leixões-POR, Araçatuba-SP e Inter de Limeira-SP.

Em 2008, iniciou carreira de treinador, na qual comandou o União Mogi, até passar por Bragantino, Flamengo de Guarulhos, São José, São Carlos FL, América-SP, Santacruzense, Taubaté, Primavera, Mogi Mirim-SP - como assistente técnico na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015 - e Água Santa-SP.

Em 2017, assumiu o comando do Atibaia-SP e ainda dirigiu Marília, Juventus, EC São Bernardo, Santa Helena-GO - seu último clube foi o próprio Atibaia, quando livrou a equipe do rebaixamento e brigou até a última rodada pela classificação. Com 12 anos de carreira, Edmilson de Jesus também dirigiu o Juventus-SP, Marília e retornou em 2019 ao Atibaia em sua segunda passagem pelo clube.

Pelé posta foto recebendo vacina e comemora: “dia inesquecível”