Alagoano: Sem vencer há duas rodadas, ASA divulga dispensa de seis jogadores

Foram demitidos: laterais Willian e Adriano Apodi, zagueiro Patrick, volante Douglas Camilo, meia Hugo e atacante Wesley Tank

por Agência Futebol Interior

Arapiraca, AL, 19 (AFI) - Quatro jogos, uma vitória, um empate e duas derrotas seguidas, esse é o retrospecto do ASA na primeira fase do Campeonato Alagoano. Tanto que a diretoria do clube de Arapiraca ligou o sinal de alerta e nesta terça-feira (19) começou a preparar mudanças no elenco. Para isso, demitiu seis jogadores, que não fazem mais parte do grupo.

Foram desligados: os laterais Willian e Adriano Apodi, o zagueiro Patrick, o meia Hugo e o atacante Wesley Tank. Já o volante Douglas Camilo chegou a um acordo com o clube e foi liberado. Após as demissões, o presidente do ASA, Moisés Machado, falou sobre o momento do clube dentro do estadual.

Sem vencer há duas rodadas, ASA divulga dispensa de seis jogadores
Sem vencer há duas rodadas, ASA divulga dispensa de seis jogadores
"Achamos por bem esses atletas não fazerem mais parte dos planos do Alvinegro e estamos buscando outros para compor a equipe. É uma coisa natural, nós precisamos rever alguns pontos que achamos que daria certo, mas infelizmente não surtiu o efeito desejado por parte da comissão, nem da direção, e precisamos tomar uma atitude para melhorar... Nessas últimas duas partidas perdemos seis pontos, tomamos goleada, tínhamos uma gordura para queimar lá na frente e queimamos agora".

ELE FICA
Na sexta colocação com quatro pontos ganhos, o ASA aparece fora da zona de classificação e volta a campo contra o Murici, em jogo válido pela quinta rodada, que ainda não foi desmembrada pela Federação Alagoana de Futebol. De qualquer forma, o mandatário do clube garantiu a manutenção do trabalho do técnico Maurilio Silva.

"Nós estamos conversando com o técnico desde a partida do CRB e do Coruripe. Temos conversado, o técnico tem nos passado o que ele vem cobrando dos atletas, mas infelizmente não está rendendo o que é esperado. Mas decidimos pela permanência do Maurílio...".