Com gol de garoto de 17 anos, seleção de técnico brasileiro goleia nas eliminatórias

Com a vitória, a Seleção de Guiana subiu para a terceira posição do Grupo F, com três pontos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 31 (AFI) - A segunda rodada do Grupo F das Eliminatórias Concacaf para a Copa do Mundo do Qatar de 2022 foi fechada nesta terça-feira (30), com uma goleada da Seleção de Guiana, que é comandada pelo brasileiro Márcio Máximo, que fez 4 a 0 na Seleção de Bahamas e continua viva na competição.

O JOGO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Após o tropeço na estreia diante da favorita Trinidad e Tobago, o treinador trabalhou muito as falhas cometidas e o lado psicológico dos atletas, já que é uma seleção com idade média de 23 anos.

Na partida, a Seleção de Guiana começou o jogo a todo vapor e logo aos sete minutos abriu o marcador com o zagueiro Terrence Vancooten.

No segundo tempo, a equipe do técnico Márcio Máximo veio mais avassaladora e aos 10 minutos o lateral esquerdo Kadell Daniels fez o segundo gol da equipe. Ainda cobrando mais da sua equipe, o treinador colocou em campo, aos 25 minutos, o garoto Omari Glasgow, atacante de apenas 17 anos, que em cinco minutos em campo fez seu primeiro gol com camisa da Seleção de Guiana. Aos 40 minutos, o atacante Emery Welshiman fechou o placar em 4 a 0.

CENÁRIO

Com a vitória, a Seleção de Guiana subiu para a terceira posição do Grupo F, com três pontos, ficando atrás de Trinidad e Tobago, com quatro pontos e São Cristovão e Névis, que é líder com seis pontos ganhos. A equipe do técnico Márcio Máximo volta à campo somente no mês de junho.

"Fizemos um bom jogo e nos recuperamos da derrota na estreia contra Trinidad, em que foi um jogo igual e essa vitória nos mantém com chances de classificação na última rodada, com mais dois jogos no mês de junho", disse o treinador.

REFORMULAÇÃO

O trabalho que o técnico Márcio Máximo e seu auxiliar Wilson Toledo vem realizando na Seleção de Guiana é de reformulação, dando oportunidades a jovens atletas que atuam no país, o que vem dando resultados até surpreendentes, devido a grande renovação na equipe

"Trocamos mais de 15 atletas entre locais e internacionais desde a nossa chegada e hoje a média de idade da equipe é de 23 anos. Vamos manter o foco visando nossa classificação em junho para a Copa do Mundo e também da Copa Ouro, que já conseguimos a nossa classificação", disse o técnico Márcio Máximo.