Perto de estrear nas Eliminatórias Concacaf, brasileiro quer surpreender

O grupo de jogadores locais continua seus treinamentos no Centro Nacional de Treinamentos da GFF

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 03 (AFI) - A Seleção de Guiana de Futebol continua seus trabalhos de treinamentos, visando sua estreia nas Eliminatórias Concacaf para Copa do Mundo no Qatar. A seleção, que é comandada pelo técnico brasileiro Marcio Maximo, que tem como auxiliar o brasileiro Wilson Toledo, quer surpreender em busca da classificação.

PREPARAÇÃO

O grupo de jogadores locais continuam seus treinamentos no Centro Nacional de Treinamentos da GFF, Providence, sob orientação do técnico Márcio Maximo e seu auxiliar técnico Wilson Toledo, visando o jogo diante do Trinidad e Tobago, no próximo dia 25 de março, que será realizado em San Cristóbal, na República Dominicana.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

"Estamos treinando com jogadores que atuam no futebol de Guiana e implantando um modelo de jogo ofensivo, mas seguro, jogo posicional com as variações possíveis, pois teremos a presença de outros atletas que atuam fora do país já que data Fifa nos dispõe desses atletas três dias antes da partida", disse o treinador.

CONFIANTE

Mesmo sem poder contar com os atletas que atuam fora do país nesses treinamentos, o treinador está otimista em relação à estreia de sua seleção na Eliminatórias Concacaf.

"Realizamos uma grande reformulação, com jovens atletas locais e essa mescla com atletas que atuam em outros países será fundamental para que possamos finalizar a fase de treinamentos para podermos realizar um grande jogo diante do Trinidad e Tobago", disse o técnico Márcio Máximo.

A Seleção de Guiana está no Grupo F, juntamente com Trinidad e Tobago, São Cristóvão & Nevis, Porto Rico e Bahamas. A equipe do técnico Márcio Maximo irá realizar dois jogos na República Dominicana devido à pandemia do covid-19 e outro detalhe é que os clubes que compõe o grupo tem recorrido a jogadores que vem atuando nas Ligas da Inglaterra.