Com nova filosofia de trabalho, técnico brasileiro goleia na Copa das Nações

Com goleada em cima de Antígua e Barbado, Guiana assumiu a vice-liderança do Grupo C, com seis pontos

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 17 (AFI) - A Seleção de Guiana conquistou grande resultado na última terça-feira ao superar Antígua e Barbado por 5 a 1 e assumiu a vice-liderança do Grupo C da Liga das Nações Concacaf 2019.

Na goleada, já começou a aparecer o dedo do técnico Márcio Máximo, o qual está à frente do cargo há dois meses.

O profissional brasileiro começou a implantar seu método de trabalho com os novos comandados e, aos poucos, faz com que os atletas se adaptem às estratégias táticas.

Márcio Máximo é o comandante da Guiana na Liga das Nações
Márcio Máximo é o comandante da Guiana na Liga das Nações

"Realizamos bom jogo e de forma vertical, triangulando e alternando com lançamentos longos. Enfrentamos um adversário composto por cinco peças em atividade no futebol europeu. Soubemos ter o controle do jogo, e o resultado foi muito positivo", comentou.

O JOGO

Guiana entrou em campo com iniciativa ofensiva e, logo aos dois minutos, abriu o placar com Trayon Bobb.

Os comandos de Márcio Máximo voltaram a ampliar aos 28 minutos. Após o intervalo, o adversário diminuiu, mesmo inferior em campo.

O terceiro gol saiu aos 19, com Sheldon Holder, de cabeça. O quarto foi com Daniel Kedell, enquanto Pernell Schultz, com belo toque de calcanhar, fechou o placar.

CENÁRIO

Essa foi a segunda vitória da seleção guianense na Liga das Nações sob comando de Márcio Máximo, agora com seis pontos, em segundo lugar da chave - a Jamaica é líder.

O próximo adversário do time dirigido pelo brasileiro é em 14 de novembro, diante de Aruba, lanterna e ainda sem pontuar.