Copa SC: Invicto há 6 jogos, técnico Pingo está a um empate da final com o Brusque

Sob comando do técnico Pingo, foram dez jogos, oito vitórias, um empate e um derrota

por Grande Área

Brusque, SC, 05 (AFI) - Pelos pés e pela cabeça de Hélio Paraíba, o Bruscão deu um grande passo para chegar à final da Copa SC neste domingo. Jogando no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, a equipe do técnico Pingo conseguiu um ótimo resultado ao vencer o Figueirense por 3 a 2, fora de casa. Todos os gols da partida saíram no segundo tempo. Hélio Paraíba foi o destaque do Bruscão ao marcar os três gols da equipe. Rique e Poffo marcaram os gols do Figueirense.

Com o resultado, o Brusque joga agora por um empate no duelo de volta para avançar à grande final da Copa SC. Vitória do Figueirense por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. O clube está invicto há seis jogos, tendo alcançado cinco vitórias e um empate.

Os times voltam a se enfrentar no próximo domingo (11) no estádio Valério Gomes Neto, em São João Batista.

O JOGO
Sem Dida, machucado, a novidade no Brusque foi a entrada de Júlio César na meta quadricolor.

A primeira boa chance do jogo foi do Figueirense, logo na saída de bola, mas Júlio César saiu bem nos pés de Guilherme e evitou o gol.

A resposta do Brusque foi imediata, mas parou no bom goleiro Vinicius. Ele evitou gol de cabeça de Hélio Paraíba e depois de Eliomar, em jogadas que mostraram fragilidade do time adversário no miolo de zaga.

Aos 20, Jefferson Renan fez grande jogada pelo lado direito e passou de calcanhar para Edilson, abrindo todo o setor de defesa adversário, mas o lateral pegou mal e mandou para fora.

Aos 25, Mineiro subiu sozinho, novamente entre a zaga, mas Vinicius fez outra defesa, essa mais tranquila.

Aos 44, Jefferson Renan fez ótima jogada e deixou Zé Mateus na cara do gol. O jogador finalizou com precisão, mas Gustavo salvou em cima da linha.

HÉLIO PARAÍBA BRILHA
O segundo tempo da partida movimentou o barbante do estádio Orlando Scarpelli. Em uma partida mais agitada, não faltaram gols. Destaque para Hélio Paraíba que marcou logo três.

Já no início do segundo tempo, ele aproveitou ótima jogada de Eliomar e mandou para o fundo das redes aos 4 minutos. Logo depois, aos 6, o atleta marcou o segundo do Brusque, desta vez de cabeça. Vinicius chegou a tocar nela, mas mandou para dentro do gol.

Mas o Figueirense não desanimou e vendeu caro a derrota. O alvinegro chegou a buscar o empate. Aos 9, o travessão salvou o Bruscão, mas aos 15 minutos e aos 25 o Brusque não teve a mesma sorte. Rique e Poffo deixaram tudo igual: 2 a 2.

Menos mal para o Brusque que Paraíba voltou a aparecer com destaque dois minutos depois para marcar o seu terceiro gol de cabeça e garantir a vantagem brusquense: 3 a 2.

O Figueirense ainda terminou a partida com um jogador a menos, após Elias ser expulso perto dos 30 minutos da etapa final.

 
 
" />