Conmebol recua e volta a permitir clubes de divisões inferiores nos seus torneios

Medida pegou os clubes de surpresa e chegou a ser publicamente contestada pela Superliga argentina

por Agência Estado

Campinas, SP, 22 - A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou nesta quarta-feira que os times que disputam divisões de acesso em seus respectivos campeonatos nacionais vão poder disputar as Copa Libertadores e Sul-Americana em 2020.

A entidade voltou atrás da decisão tomada na terça, em que barrava times fora das divisões de elite em seus torneios.

A medida pegou os clubes de surpresa e chegou a ser publicamente contestada pela Superliga argentina, que pediu para a AFA (Associação de Futebol Argentino) interceder junto à confederação. Com a decisão, times que disputam as Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro, por exemplo, não poderiam disputar a Libertadores mesmo se conquistassem a Copa do Brasil.

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.
Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

COMUNICADO OFICIAL
Em comunicado divulgado nesta quarta, a Conmebol listou os critérios de elegibilidade para as agremiações disputarem seus torneios: haver se classificado por "mérito esportivo";

não estar cumprindo sanção que inviabilize a participação na Libertadores e/ou Sul-Americana; ter a licença de clubes da Conmebol, concedida por sua federação;

enviar carta em conformidade com o regulamento da entidade até o prazo estabelecido.

A confederação fará uma reunião com representantes das federações nacionais na próxima quarta, dia 29, em Buenos Aires, para discutir as regras e o calendário para as edições de 2021 da Libertadores e da Sul-Americana.