ESPECIAL INTERNACIONAIS: Valores astronômicos, tecnologia e CR7 rei

Ano de 2017 teve novos valores de mercado definidos com a venda de Neymar, um domínio de CR7 e Real Madrid e muitas outras atrações

por João Vitor Graciano

Campinas, SP, 30 (AFI) – O ano de 2017 no futebol internacional contou com feitos históricos e momentos que mudarão para sempre a história do esporte. Dois deles são a venda de Neymar por valores exorbitantes e a implantação do árbitro de vídeo. Não bastasse, o ano nas ligas nacionais foi de dar gosto.

Um dos acontecimentos mais impactantes do ano no futebol internacional foi a venda de Neymar do Barcelona para o PSG por valores exorbitantes. A transferência envolvendo o craque brasileiro, terceiro melhor do mundo, por €222 milhões parou o mundo to futebol e definiu novos padrões de mercado. A transferência se tornou, de longe, a maior da história do esporte.

Venda de Neymar marcou o ano e a história do futebol
Venda de Neymar marcou o ano e a história do futebol

Prova da mudança em todo o mercado foi a venda em sequência de Dembelé do Borussia Dortmund para o Barcelona por € 105 milhões e a pedida de cerca de € 150 milhões do Liverpool por Coutinho.

CR7 E REAL MADRID FORAM COLOSSOS
O ano teve o Real Madrid como o grande time e, consequentemente, Cristiano Ronaldo como o grande jogador. O português tomou conta das artilharias, conquistou títulos também pela seleção de Portugal, e conquistou sua quinta bola de ouro, se igualando ao rival Messi. Contudo, o começo de segundo semestre do atleta tem sido abaixo do esperado, principalmente no Campeonato Espanhol.

Um dos grandes feitos de CR7 no ano foi a arrancada rumo a artilharia da Liga dos Campeões. Após chegar às quartas de final com uma desvantagem de dois gols para 11 de Messi, Cristiano marcou cinco nas quartas, três na semi e dois na decisão para fazer 12 a 11 e terminar como o artilheiro. O feito certamente pesou na escolha do melhor do mundo.

O mesmo aconteceu com o Real Madrid, que ganhou cinco dos seis títulos possíveis em 2017, faturando o Espanhol, o Mundial de Clubes, a Liga dos Campeões, a Supercopa da Espanha e a Supercopa da Europa, deixando para trás apenas a Copa Del Rey.

O problema dos Merengues é na atual temporada, já que o time começou mal e já se encontra a 14 pontos do líder Barcelona no Campeonato Espanhol, além de ter terminado em segundo no Grupo H da Champions. Enquanto isso, os Catalães provaram se virar bem sem o brilho de Neymar.

Cristiano Ronaldo levou o Real Madrid ao título de quase tudo na temporada passada
Cristiano Ronaldo levou o Real Madrid ao título de quase tudo na temporada passada

UMA VIRADA PARA TREMER TUDO
E já que falamos de Barcelona, PSG e Liga dos Campeões, vale relembrar a heroica virada dos espanhóis sobre os franceses nas oitavas de final. No que provavelmente foi o jogo mais marcante do ano, o Paris Saint-Germain venceu o jogo de ida por 4 a 0. Na volta, o Barça abriu 3 a 0, mas levou o gol dos parisienses. E então lá estava Neymar, que chamou a responsabilidade e levou o Barça ao 6 a 1 da classificação.

COMO VAI NA FRANÇA
E, se na última Liga dos Campeões não deu certo, a situação do PSG no Campeonato Francês está tranquila após a aquisição de Mbappe e Neymar. Na última temporada, o Monaco faturou o título, mas um desmanche no clube facilitou ainda mais as coisas pro time da capital.

//
O ano de 2017 também foi marcado pelo teste e instalação de um grande avanço tecnológico no futebol, o árbitro de vídeo. Tema de muitas polêmicas, de muita reclamação e de muita paralisação em torneios como o Mundial de Clubes, a novidade parece que chegou para ficar e vem ganhando cada vez mais espaço nas ligas europeias.

ITÁLIA COM DINHEIRO E EMOÇÃO
Após uma primeira parte de 2017 novamente com hegemonia e título da Juventus, a nova temporada vira o ano com o Napoli no comando, o quê dá uma emoção para o campeonato que os italianos não viam há tempos, na briga pelo título.

E não foi só o PSG que investiu alto no ano, o Milan, buscando um recomeço, contou com novos investidores e foi ao mercado comprando vários nomes de peso e promissores, como o atacante André Silva e o zagueiro Bonucci, da rival Juventus. Mas o investimento não surtiu efeito, já que o clube se encontra na metade de baixo da tabela.

NA TERRA DA RAINHA
Após Antônio Conte implantar o esquema com três zagueiros, dar certo e faturar o título, o Campeonato Inglês e o mundo do futebol já tem uma nova sensação, o Manchester City de Pep Guardiola, que está imbatível e segue quebrando recordes atrás de recordes. O título já parece uma certeza para o lado azul de Manchester.

Manchester City de Pep Guardiola é a sensação da nova temporada
Manchester City de Pep Guardiola é a sensação da nova temporada

A Terra da Rainha também virou espaço para o brilho dos talentos brasileiros. Pelo Liverpool, Coutinho vem se consagrando como um craque mundial e promete ser pivô de negócios milionários nos próximos mercados, isso sem falar do garoto Gabriel Jesus, que vem se achando muito bem nas redes inglesas. Os brasileiros não param na Inglaterra. Vale lembrar que o mais uma vez desacreditado Paulinho vem dando show no Barça e é o meio-campista com mais gols marcados no Espanhol.

TUDO IGUAL NA ALEMANHA
As frias terras alemãs neste final de ano segue com o Bayern dominando tudo sem dificuldades e caminhando para mais um título calmo. Com isso, as novidades ficam por conta de Borussia Dortmund e RB Leipzig. O Dortmund faz campanha vergonhosa, enquanto os novatos do Leipzig brigam nas cabeças pelo segundo campeonato seguido e dizem que vieram para ficar.