Técnico que subiu o Paraná Clube recebe licença da CBF

Matheus Costa aproveita período sem time para se aperfeiçoar e revela que, tem assistido aos jogos do futebol brasileiro

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 08 (AFI) - O técnico Matheus Costa, responsável pelo acesso do Paraná Clube a Série A do Campeonato Brasileiro, finalizou na última quarta-feira (7) o curso na CBF Academy para obter a licença de especialização, regra que passa a valer a partir de 2019. “Parabenizo a CBF que hoje nos dá recurso e incentivo para esta troca de experiências e a busca contínua pela capacitação, valorizando nosso futebol e nosso mercado”, afirma Matheus Costa.

Osvaldo Torres e Antonio Cirrimo, coordenadores do Curso da CBF entregam licença de treinador a matheus Costa. (Foto: Divulgação)
Osvaldo Torres e Antonio Cirrimo, coordenadores do Curso da CBF entregam licença de treinador a matheus Costa. (Foto: Divulgação)
Com duração de duas semanas, o curso abordou conceitos técnicos e táticos entre outras variáveis com alguns treinadores e gestores do futebol brasileiro como Osmar Loss, auxiliar técnico do Corinthians, Carlos Amadeu, treinador da Seleção Brasileira sub-20 e Ricardo Drubscky, diretor do América-MG.

O curso a CBF é mais uma atividade que o treinador realizou aproveitando o período em que está sem time. Ainda no fim de 2017, Matheus esteve em Portugal e na Espanha onde acompanhou jogos e treinamentos de clubes europeus.

 Alunos do Curso de Treinadores da CBF. (Foto: Divulgação)
Alunos do Curso de Treinadores da CBF. (Foto: Divulgação)
“Pude acompanhar o futebol do exterior, observar o que estão fazendo lá fora conhecendo novas culturas e neste retorno ao Brasil realizar a licença da CBF. São investimentos para agregar nosso dia a dia”, disse o treinador.

NÃO PERDE NADA!
Matheus Costa destaca ainda que está acompanhando os jogos do futebol brasileiro para manter-se atualizado.

“Desde que alcancei o objetivo de subir o Paraná venho me aprimorando profissionalmente. É importante estar preparado a novos desafios. Por isso sigo acompanhando as equipes de maneira individual e coletiva bem como as competições que estão se iniciando nesta temporada, sejam elas estaduais, regionais, nacionais ou internacionais”, completou o treinador.