Luto! Morre jornalista que era a “voz da consciência” de Galvão Bueno

Com 71 anos, ele foi vítima de uma fibrose pulmonar e estava internado há dez dias no Hospital Albert Einstein

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 04 (AFI) – A crônica esportiva brasileira perdeu seu primeiro profissional no ano de 2018. Faleceu nessa quarta-feira em São Paulo, o jornalista Marco Antônio Mora, que durante mais de 30 anos trabalhou na Central Globo de Esportes.

Com 71 anos, Mora foi vítima de uma fibrose pulmonar e estava internado há dez dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde faleceu.

MORA FAZIA A “VOZ DA CONSCIÊNCIA” DE GALVÃO BUENO

Muito conhecido nos bastidores, Marco Antônio Mora tinha pouca visibilidade do pública mas era quem controlava, por exemplo, o ponto eletrônico do apresentador Galvão Bueno no programa “Bem, amigos” do canal fechado Sport TV.

Morre jornalista Marco Antônio Mora, que era a “voz da consciência” de Galvão Bueno
Morre jornalista Marco Antônio Mora, que era a “voz da consciência” de Galvão Bueno
Ponto eletrônico é a comunicação entre a direção do programa e o apresentador através de um pequeno aparelho que fica imperceptível no ouvido do apresentador, servindo para correções e orientações quando o programa está sendo exibido.

Antes de enveredar-se para o jornalismo esportivo, Marco Antônio Mora trabalhou em teatro e em novelas, mas sempre como editor e diretor, nunca se apresentando no palco ou nas telas. Também atuou em outros setores da Rede Globo.

A ligação de Mora com o esporte na TV Globo começou em 1982, organizando a cobertura da Copa do Mundo na Espanha. Logo depois assumiu a direção do “Esporte Espetacular”.

Em 2015, por opção própria, Marco Antônio Mora resolveu deixar suas atividades profissionais e vivia com tranquilidade na capital paulista.

 
 
" />