Credenciamento para jogos de todas as divisões do Paulista será feito online​

O credenciamento online será para entrar no gramado; credenciamento para as cabines seguirá sendo feito com o clube

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 10 (AFI) - O sistema de credenciamento de acesso ao gramado para as séries A1, A2 e A3 do Paulistão Itaipava 2018 já está disponível. Os veículos e profissionais de imprensa interessados em cobrir as três divisões do Estadual devem acessar o link credenciamento.fpf.org.br.

Por meio do cadastro, cada veículo/profissional usará login e senha para acesso no sistema, no qual deverão cadastrar os profissionais aptos a cobrir as partidas do campo – o credenciamento para cabine e tribuna continua a cargo dos clubes.

O credenciamento acontecerá rodada a rodada. Os responsáveis pelos veículos de comunicação poderão escolher as partidas que irão cobrir, selecionar os profissionais designados para cada evento e, por fim, enviar a solicitação de credenciamento.

O prazo de credenciamento varia de acordo com o dia da partida, conforme tabela:

DIA DO JOGO


PRAZO DE CRENDENCIAMENTO

Sábado, domingo e segunda-feira

Até quinta-feira às 17h

Terça-feira

Até sexta-feira às 17h

Quarta-feira

Até segunda-feira às 17h

Quinta-feira

Até terça-feira às 17h

Sexta-feira

Até quarta-feira às 17h

Solicitações fora do prazo não serão aceitas pelo sistema. Após o término do credenciamento, os profissionais receberão e-mail aprovando ou não a solicitação. A simples solicitação não garante acesso ao campo.

O sistema foi validado pelas associações de classe e substitui o procedimento realizado via e-mail. A apresentação das identificações das associações de classe continua obrigatória para todos os jornalistas.

A FPF realiza apenas o credenciamento para o acesso ao gramado dos jogos. Para solicitação de cabine, os veículos/profissionais devem entrar em contato com o clube mandante. Apenas os profissionais que tiverem a autorização da FPF terão acesso ao gramado.

NOVIDADES
Nesta edição, após reuniões com treinadores, jogadores e executivos de futebol, foi definida uma novidade na inscrição de atletas do Paulistão Itaipava. Agora, cada time poderá inscrever duas listas: uma de até 26 atletas, e outra ilimitada, mas com apenas atletas das categorias de base.

A nova regra substitui a lista única de até 28 jogadores, que vigorou até a edição 2017 do Paulistão.

No Paulistão Itaipava, serão considerados atletas da base aqueles entre 16 anos completos e nascidos até 1997, estar registrado no time há pelo menos 12 meses, initerruptamente, e ter participado de uma competição de base em 2017 ou antes. A exemplo do modelo utilizado no Campeonato Espanhol, cada time poderá manter até quatro atletas da lista da base simultaneamente em campo.

No Paulistão A2, a segunda lista será a da base, com inscrições ilimitadas de atletas nascidos a partir de 1997 e que tenham atuado em algum campeonato das categorias de base pelo clube em 2017. No máximo quatro atletas da segunda lista poderão atuar simultaneamente durante a partida. A competição terá turno único na primeira fase, com todos enfrentando todos. Os quatro melhores avançam às semifinais, enquanto os dois últimos serão rebaixados.

”A liberação para atletas de base era uma reivindicação dos clubes. Buscamos referências fora do país para aplicarmos o melhor mecanismo”, diz Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol.

Outra sugestão dos clubes atendida para o Paulistão Itaipava 2018 são os cartões amarelos zerados para a fase final da competição. Devido à Copa do Mundo, o Paulistão Itaipava 2018 começará em 17 de janeiro e terminará em 8 de abril.

NOVO CONCEITO
Pela primeira vez, o Campeonato Paulista terá sua própria campanha de comunicação: “Paixão que não se mede” será o tema das Séries A1, A2 e A3 do Paulistão para os próximos anos.

“A ‘Paixão que não se mede’ sintetiza nosso sentimento sobre o futebol paulista. Mais do que uma campanha de marketing, é uma filosofia. Não importa o tamanho da camisa e da história do clube: paixão não se mede”, diz Reinaldo Carneiro Bastos.

 
 
" />